Opinião

Grandes mentes devem estar prontas não só para agarrar as oportunidades, mas para fazê-las surgir.

LULA DE NOVO?                                                                                                                  

Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), com 2.002 pessoas entrevistadas em 138 municípios de 25 unidades federativas das cinco regiões aponta Lula liderando com 30,5% dos votos numa eventual disputa presidencial em 2018. Pior que isso é que Lula lidera também com 16,6% as intenções de votos quando não é apresentado nenhum nome aos entrevistados. Os votos nulos/brancos ou indecisos chegam, contudo, a 67,8%. Porém, só o fato do nome de Lula aparecer demonstra que o povo brasileiro não tem memória.

BANCO MUNDIAL

A estimativa feita pelo Banco Mundial é de que até o fim desse ano o número de pessoas vivendo na pobreza no Brasil aumentará entre 2,5 milhões e 3,6 milhões. Serão os denominados “novos pobres”, pois estavam acima da linha da pobreza em 2015 e já caíram ou cairão abaixo dela neste ano.

FORO PRIVILEGIADO

A nomeação de políticos para cargos que assegurem o foro privilegiado vem se repetindo desde que essa aberração foi criada. A mídia dá amplo destaque repetindo as notícias. Como se sentem os ministros do STF quando são usados para livrar a cara dos corruptos? Por que não abolem essa criminalidade impune do foro privilegiado?

TEMER TEME

No discurso do presidente Michel Temer, ao dizer que serão afastados do cargo ministros que virarem réu na Operação Lava Jato esqueceu-se de dizer que não existem diferenças entre a função de ministro ou a de qualquer outro agente público ou político. E será que se vossa excelência virar réu na Lava Jato terá hombridade de se afastar sem recorrer à indústria de recursos? Ou faça o que digo e não o que eu faço? Estamos de olho. Brasil, País de poucos.

ACORDA BRASIL

Confesso que não tenho mais nada de bom para falar dos atuais Poderes Legislativo e Executivo da República, principalmente depois de todas as dúvidas envolvendo os nomes de Michel Temer, Moreira Franco e Alexandre de Moraes. As dificuldades em encontrar entre 513 Deputados Federais, 81 Senadores, 1.059 Deputados Estaduais, 27 Governadores, 5.568 Prefeitos e 57.931 vereadores um político sem suspeição de envolvimento em atos ilícitos para ocupar um cargo na República, é de estarrecer. Tô errado?

GASTOS BILIONÁRIOS

Em 2016, os gastos somados do governo federal com Bolsa Família, cartões corporativos e diárias de servidores, totalizam R$ 26,9 bilhões. Foram cinco meses de governo Dilma e sete de governo Temer.

HORÁRIO DE VERÃO

Termina neste final de semana o horário de verão. O Deputado Federal Catarinense Valdir Colatto quer acabar com o horário diferenciado, destacando os malefícios para a saúde e a pouca economia de energia. Menos de R$ 1 por brasileiro de acordo com a estimativa do Operador Nacional do Sistema (ONS), gerada durante o último período de vigência do Horário de Verão. Projeto de lei 397/2007, de autoria do deputado federal Valdir Colatto, que propõe o fim do horário de verão.

MOTIVO

O deputado afirma que não há estatística que justifique que o horário de verão traga ganhos para os consumidores e para o país. As alterações de horário ocasionam distúrbios orgânicos – ocorrência de fadiga, dores de cabeça, confusão de raciocínio, irritabilidade, constipação e queda da imunidade.

POLEMICA 

Colatto afirmou: “Se a saúde das pessoas não é importante, o que é? Dizem que economizamos energia, mas de que vale essa economia se estamos perdendo vidas? Os trabalhadores rurais são os que mais relatam as consequências do horário diferenciado”. Colatto defende que o horário de verão seja extinto, visando a melhoria na qualidade de vida da população. 

Comentários