SLIDER
04/12/2017 às 11:26:17

Com gols nos acréscimos, Fla e Chape garantem vaga na Libertadores

Avaí foi rebaixado para Série B

1

Neste domingo (3) o Campeonato Brasileiro se despediu dos apaixonados por futebol com jogos de tirar o fôlego. Começando pontualmente às cinco da tarde, a 38ª rodada se dividiu entre os times que lutavam por uma vaga na Libertadores e os que queriam se manter na elite.

No Barradão, o duelo de rubro-negros reuniu os dois objetivos. Com gol de pênalti aos 50 do segundo tempo, o Flamengo venceu o Vitória e por dois a um. Resultado que classificou o Mengão para a fase de grupos do torneio continental e rebaixava o Vitória. No entanto, algumas coisas só acontecem no Brasileirão. Pelo mesmo placar, na Arena Condá, a Chapecoense derrotou o Coritiba. A vitória heróica nos acréscimos garantiu a Chape na fase preliminar da Liberta, na semana em que se completou um ano da maior tragédia do esporte brasileiro. Quem comemorou foi o Vitória, que escapou da degola e viu o Coxa ser rebaixado. Em São Januário, o Vasco fez o dever de casa e também conseguiu uma vaguinha na Libertadores, depois de vencer a já rebaixada Ponte Preta por dois a um. No Independência, queda de energia, apreensão do torcedor e chuva de gols. De virada, o Atlético Mineiro venceu o Grêmio por quatro a três, destaque para os dois gols de falta do meia Otero. O resultado deixou o Galo na nona posição, que agora precisa torcer pelo Flamengo na final da Sul-Americana para disputar a Pré-Libertadores.

Quem surpreendeu na rodada foi o Atlético Paranaense, que deu um chocolate no Palmeiras: três a zero para o Furacão. Com o resultado, o Verdão terminou em quarto na tabela. Já o Santos empatou com o Avaí, em casa, por um a um, placar que colocou o Peixe no terceiro lugar e rebaixou os catarinenses para a Segundona.

Na Ilha do Retiro, o Sport bateu o campeão Corinthians por um a zero, gol de André, e garantiu a permanência na série A. No Morumbi, casa cheia e despedida. O São Paulo, diante de mais de 60 mil torcedores, só empatou com o Bahia em um a um. O jogo marcou a despedida do zagueiro uruguaio e ídolo tricolor Diego Lugano, que se aposentou do futebol aos 37 anos.

No Nilton Santos, frustração alvinegra. O Botafogo, que dependia apenas de si para ir à Libertadores, não saiu do empate de dois a dois com o Cruzeiro, e teve que se contentar com uma vaguinha na Sul-Americana. Em Goiânia, o já rebaixado Atlético Goianiense ficou no empate com o Fluminense: 1 a 1.

Henrique Dourado, do Fluminense, e Jô , do Corinthians, foram os artilheiros do campeonato com 18 gols cada. Se neste ano o Brasileirão provou mais uma vez ser o campeonato mais competitivo do mundo, que em 2018 ele seja ainda
mais emocionante

Comentários