SLIDER
12/01/2018 às 16:45:22

Homem que matou professor indígena, em Penha, é preso e confessa crime

Prisão ocorreu em Gaspar. A motivação seria um cachorro.

1

O suspeito de assassinar o professor indígena Marcondes Nambla, que foi espancado em Penha na madrugada do dia 1º de janeiro, foi preso nesta manhã de sexta-feira (12).

Gilmar Cesar de Lima foi identificado em Gaspar e detido com dois mandados de prisão. O homem confessou o crime e foi conduzido para a delegacia do município. Segundo o delegado Responsável pela Delegacia de Penha, Alan Martins Coelho, o suspeito relatou que espancamento do indígena ocorreu por motivo fútil “Ele disse que estava sob efeito de álcool e drogas, que havia avistado Marcondes machucando seu cão e os dois acabaram entrando em luta corporal.”

A operação contou com 40 policiais dos municípios de Penha, Gaspar, Balneário Piçarras, além da DIC de Itajaí e Polícia Militar.

Comentários